Como Regar Orquídeas: 5 Dicas Simples

Como Regar Orquídeas: 5 Dicas Simples

Olá amigo das orquídeas 🙂

Você sabia que a causa #1 da morte das orquídeas é o excesso de água?

Por isso hoje vamos falar um pouco sobre como regar orquídeas da melhor maneira possível.

Dica #1: Na dúvida, coloque menos água

Você já sabe que o excesso de água é o principal fator de morte das orquídeas…

Porque se o vaso ficar muito úmido, as raízes apodrecem (e as orquídeas são muito sensíveis a isso).

E como não queremos isso, a dica fundamental é: na dúvida, coloque menos água.

O ideal é o substrato estar com a sensação e a aparência de úmido.

Você pode sentir a umidade com o próprio dedo, ou com um palitinho (uns 2 centímetros geralmente é suficiente).

E se você “olhar” o vaso e o substrato parecer seco, também provavelmente é hora de regar.

como regar orquideas

Dica Extra: Pese suas orquídeas

Com um pouco de prática, você pode começar a saber se está na hora de regar suas orquídeas pelo peso delas.

Faça assim…

Antes de regar sua orquídea, sinta o peso dela (pode ser direto com o vaso mesmo).

Após a rega, pese-a de novo.

Assim você vai começar a sentir pelo “peso da água” se já está na hora de regar.

Lembre que cuidar dr orquídeas é uma troca, e quanto mais “íntimo” você fica dela, mais ela retribuirá com flores lindas.

Dica #2: Melhor horário para regar é de manhã

Se você regar suas orquídeas de manhã, o substrato tem mais tempo para absorver a água antes que ela evapore o excesso.

Uma outra dica legal também, é você regar beeeem devagar.

Porque assim você vai irrigando bem o substrato, e ele absorve melhor.

Se você tem tempo, você também pode borrifar água diretamente no vaso.

Dica Extra: Regue debaixo da torneira, com mangueira, regador ou borrifador

Aqui depende da sua habilidade, tempo e recursos disponíveis 🙂

Você pode regar suas orquídeas diretamente debaixo de uma torneira…
(apesar que alguns recomendam água de chuva, na prática não há diferença entre as águas)

Usar uma mangueira (lembre de deixar bem fraquinho o fluxo para não ter risco de encharcar)…

Se você usar um regador, geralmente não tem erro 🙂

E a última alternativa é usar um borrifador.

Geralmente também não tem erro com o borrifador… mas se você tem muitas orquídeas, pode levar um pouco mais de tempo, e você precisa prestar atenção se deixou úmido o suficiente.

Dica #3: O tipo e o tamanho de vaso importa

Geralmente vasos maiores precisam de água com menos frequência.

Vasos pequenos precisam de um pouco mais de frequência porque fica menos umidade acumulada no substrato.

Em vasos de barro, a água evapora mais rápido, porque é mais poroso.

Ou seja, em vasos de plástico, o tempo de rega pode ser um pouco maior porque tem uma tendência a evaporar menos.

Você também encontra no mercado alguns vasos especiais para plantar orquídeas que já tem alguns furos embaixo (que ajudam a escorrer a água).

Nesses vasos, como o excesso de água escorre e tem mais ventilação, você pode precisar regar com mais frequência.

Dica #4: Atenção ao substrato

Existem vários substratos para suas orquídeas.
(vamos ter um post sobre isso em breve!)

O substrato ajuda a fixar as raízes, auxilia na respiração das raízes, armazena nutrientes…

E também conserva a umidade!

Dependendo do seu substrato, você pode precisar de mais ou menos água.

Por exemplo…

Musgos e argila, tendem a acumular mais umidade, então você precisa de regas com menos frequência…

Já cascas de árvores (e similares), por serem menos compactos, podem precisar de mais água.

Lembre que como é comum misturar mais de um material para o substrato, o “teste do dedo” (ou do palito rs) é importante para saber se a substância está seca.

substrato para orquideas

Dica #5: Preste atenção ao clima

Aqui uma dica simples e importante para você…

No Brasil, as maiores variações de temperatura são no verão e inverno.

Você precisa prestar atenção à umidade do ar, e pode usar como referência a sua própria cidade como um todo.

Se a umidade do ar está baixa (tempo seco), você precisará de mais água, ou regas mais frequentes nas suas orquídeas.

Se está um clima úmido (como em épocas de chuva), você pode ter regas menos frequentes…

Mas se a temperatura também está muito alta, você também precisará de regas mais frequentes.

Resumindo…

Lembre que é comum matar as orquídeas por EXCESSO de água… então, na dúvida, use menos água.

Se você colocar “água de menos”, suas orquídeas devem sobreviver… mas isso pode fazer com que elas não tenham uma nova floração.

Você quer mais dicas práticas em seu e-mail para você ter orquídeas lindas em sua casa?

Participe do nosso mini curso gratuito:

Mini Curso Gratuito (por e-mail): Como Cuidar de Orquídeas

Descubra nesse mini-curso gratuito…

  • 3 Cuidados Imediatos Para Você Aplicar HOJE Nas Suas Orquídeas…
  • Principais Cuidados com Suas Orquídeas em Casa…
  • Dicas Para Aumentar o Tempo de Floração…
  • Top 10 Motivos que as Orquídeas Não Florescem Novamente…
  • Remédios Caseiros (até com maionese e listerine!) Para Aumentar o Crescimento das Suas Orquídeas…
  • Tudo o que você precisa saber sobre a quantidade de água, luz, replantio…
  • E muito mais…

Preencha seu nome e e-mail abaixo para receber agora…

privacy 100% Livre de Spam

Para Suas Orquídeas Mais Saudáveis e Magníficas!

Daniel, "O Cara das Orquídeas"

Referências:

Como regar Orquídeas?

O jeito certo de regar sua orquídea

https://pt.wikihow.com/Regar-Orqu%C3%ADdeas

http://www.jardinet.com.br/2016/12/tipos-de-substrato-para-orquideas.html

2 comentários sobre “Como Regar Orquídeas: 5 Dicas Simples

Deixe um comentário